Jesus fala da água da... | Sal da Terra Luz do Mundo

Facebook Twitter


2015-05-03


Jesus fala da água da purificação


Ana Lúcia Vasconcelos


Jesus fala da água da purificação

 

Capitulo 14

 

      Na primeira sexta feira do mês de junho de 1974, Jesus não apareceu e na primeira sexta feira de julho que seria a 18º. Aparição, Ele veio, mas ficou em silêncio sendo que a água da piscina que ele mandara construir começa a minar no dia 19 de julho, depois de cinquenta dias depois do aviso do dia 3 de maio. A décima nona aparição, ocorreu no sábado, 3 de agosto . Madalena estava no quintal às voltas com suas roupas no varal, quando retornando a casa ouviu uma voz distante, vindo do lugar da Cruz.
 “É Miguel, escutai-me.” Ela ajoelhou-se na direção da voz e o Arcanjo disse: “Dizei ao padre que faça rebocar as três faces da piscina, mas não o fundo. Na quarta face no sentido da largura até o final da medida, fazei rebocar vinte e cinco centímetros, depois fazei três degraus. Vinde todos em procissão e não temais lavar-vos nesta água lodosa, ( O homem filho de Adão se arrepende da rebelião contra Deus! Libertado do pecado e da morte por obediência e amor de Deus, vai tornar-se filho de Deus na Nova Jerusalém, onde reencontrarás a vida eterna.”....não haverá mais morte”-( Ap 21,4) , pois sabeis que sois pó e retornareis ao pó. Mas vosso espírito será purificado. Esta água não é uma nascente. É uma água que sai da terra. Bem aventurado aquele que  aí vier purificar-se sem receio de se sujar.”
A vigésima aparição ocorreu no dia 6 de setembro de 1974 na capela. Madalena estava com a irmã Margarida Maria, quando viu a coroa de luz. O Arcanjo Miguel aparece à esquerda do Santíssimo, ou melhor, da luz, e Madalena fica como sempre radiante de alegria. “Salve”, ele disse. Ela se pôs de joelhos, mas ele pediu: “Não vos prostreis diante de mim, mas diante Daquele que vindes adorar.” Então  ela se ergueu e ajoelhou-se perante o Santíssimo Sacramento. Viu então raios luminosos que emanavam da hóstia-pareciam vivos e renovando-se sem cessar a partir da mesma como fonte luminosa. São Miguel disse: “Não vos lamenteis a respeito dos olhos do pequeno Davi”. Davi é o filho de uma senhora que rezava pelo seu filho na basílica de Lisieux quando teve uma locução: ela ouviu interiormente: “Dozulé, Dozulé”. Informou-se sobre a cidade e veio falar com o padre contando-lhe sua história. As palavras de Cristo nesta locução da senhora explicam ao pároco a cegueira espiritual: “Se Deus assim o quis, é porque não é ele que tem os olhos fechados, mas sim seus pais que tem os olhos fechados para a luz da fé. Colocai uma vela no lugar onde o Senhor vos deixou pela última vez.” Madalena lembra que durante todo o tempo em que o Arcanjo falava, a Santa Hóstia projetava seus raios luminosos. Depois tudo desapareceu.

Jesus fala da seca
mundial e da sua volta

     Na primeira sexta feira do mês de outubro Jesus não apareceu, sendo que a vigésima aparição ocorreu na primeira sexta feira de novembro de 1974, na Festa de Todos os Santos. Madalena havia ido à missa das 8 horas na igreja. Perto das 15.30 voltou para adorar o Santíssimo durante uma hora. Voltou novamente à igreja às 20 horas e na hora em que o padre levantou o Ostensório para a benção a coroa de luz se formou como de costume. Como da última vez não viu ninguém, não viu Cristo, mas a hóstia estava cintilante de raios.

E ela ouviu. “Dizei isto em voz alta:” Dicite nationibus. (Dizei as nações (1Cron 16,23 ss, Sl 95/96) . “ Dizei às nações que Deus falou pela boca de sua serva. Revelou-lhe que a Grande Tribulação estava próxima, porque ela viu o sinal do Filho do Homem que parte do Oriente, e está súbito no Ocidente. Este sinal do Filho do Homem é a cruz do Senhor. Em verdade vos digo, o tempo chegou para o mundo se arrepender, porque uma alteração universal está próxima, como não houve desde o começo do mundo até esse dia e como não haverá nunca mais. Quando a calamidade da seca predita se abater sobre o mundo inteiro, sòmente a piscina que Deus fez cavar , conterá água, não para o consumo, mas para vos lavar em sinal de purificação. E vireis todos arrepender-vos ao pé da Cruz Gloriosa que Deus pede que a Igreja faça levantar. Então naquele momento, todas as nações da terra se  lamentarão e será nessa Cruz que elas encontrarão paz e alegria .”

“Depois desses dias de desespero, então aparecerá no céu o Filho do Homem em pessoa, com uma grande majestade e um grande poder, para reunir os eleitos dos quatro cantos da terra. Felizes os arrependidos, pois eles terão a Vida Eterna. Em verdade eu vos digo, o céu e a terra passarão, mas minhas Palavras não passarão.” Esta seca foi anunciada por São João no seu Apocalipse (11,3) e cuja duração seria de 1.260 dias, ou 42 meses ou ainda: três anos e meio. A mensagem, segundo o autor Jean Stiegler será acreditada quando esta profecia se realizar. E antes de ir embora o Senhor disse à Madalena: “Dizei-lhe que não haverá outro sinal que o próprio sinal de Deus. O único sinal é a atitude de sua serva e suas palavras que são as Palavras de Deus, e estas palavras são irrefutáveis. Se o homem não elevar a Cruz, eu a farei aparecer, mas aí então não haverá mais tempo.”

Confere uma missão
 ao padre de Dozulé

      Jesus aparece novamente na primeira sexta feira de fevereiro de 1975, durante a Quaresma, mas fica em silêncio. No dia 21 de fevereiro, outra sexta feira ele aparece às 15.10 h, sorri para a vidente, depois com ar sério diz: “Dizei ao padre que é em nome de Deus e por Ele que profetizais. Que ele leve a mensagem para aqueles que têm a missão de cumpri-la, com confiança e humildade porque resta pouco tempo para fazer o que eu peço.” Madalena disse: “Que alegria   revê-lo.Quantas vezes ainda isso ocorrerá?” Jesus sorriu  longamente, não respondeu, e depois de alguns instantes tudo desapareceu. Ele vai aparecer novamente no dia 28 de fevereiro as 15.3o h. A coroa de luz forma-se e Jesus aparece como de costume com as mãos pendentes ao longo do corpo. Sorri para Madalena, coloca a mão esquerda sobre o peito e levanta a mão direita como para abençoar. Seu rosto, segundo conta a vidente, estava cheio de bondade e seus olhos eram de grande doçura. Após alguns momentos disse: “Dizei ao padre: ‘Eu quero derramar nos coraçãos humanos minha misericórdia, primeiramente àqueles que conhecem a mensagem, (o autor explica que Cristo quer mostrar seu amor de predileção aos humildes que acreditaram espontaneamente sem esperar a realização das profecias e o reconhecimento da Igreja.), e a seguir ao mundo inteiro. Que não sejam como cegos os que estão encarregados de fazer erguer a Cruz Gloriosa, pois não haverá outro sinal que este, desta profetiza que foi chamada das trevas para a luz. Em verdade, de sinal não haverá outro, porque esta geração é a mais hipócrita e perversa.” E Jesus abaixou as mãos e os braços ao longo do corpo, sorriu e desapareceu.

Jesus diz que Dozulé é uma
 cidade bendita e sagrada

     Jesus aparece novamente em 7 de março de 1975, que é uma sexta feira às 16 h na capela. Diz: “Dizei ao padre (Madalena anota que ele olhou para o padre) que esta cidade que é bendita e sagrada, será protegida de toda a calamidade, em particular cada lar que reza cada dia a oração que lhe ensinei seguida de uma dezena do terço.”.Em seguida olha para a vidente com as mãos estendidas em sua direção e diz: “É a vós que me dirijo (sorri). Sede humilde, mas não aceitai ajuda para ti mesma. Não espereis nada deste mundo, mas vossa alegria será imensa no outro.” Então ele abaixa as mãos e tudo desaparece. Madalena anota que sempre, a cada aparição, é o padre que diz quanto tempo se passou porque ela perde a noção das horas, e depois da visão ela tem a impressão que não envelheceu. “Parece-me depois que estou voltando a terra numa sombra.”
A vigésima sexta aparição que ocorre no dia 14 de março de 1975 as 15 h como de costume é precedida pela luz e quando Jesus aparece. Ele está com a mão direita sobre o peito e a outra pendente ao longo do corpo. Sorri para ela e diz: “Perseverai, Madalena na oração, no jejum e na abstinência. Perseverai sem temer as zombarias e as maledicências que vão se levantar contra vós, pois poucos têm fé nas palavras que tem saído da vossa boca, mas o padre pode testemunhar que sobre o vosso rosto se reflete a Presença Invisível. Depois destes dias de jejum, tereis o cargo de uma pesada tarefa.”
Como Madalena estivesse com medo deste encargo pesado ela pergunta: e se não puder concluir esta tarefa? Ao que o Senhor respondeu: “Se vos dou um trabalho para realizar, é que o podereis realizar.” E antes de ir disse: “Cruzai vossas mãos sobre o peito como vos ensinei.” E Madalena diz que ele sorriu e desapareceu.

 A cada aparição Madalena confessa sua alegria em ver Jesus que ela descreve: “Seu olhar é cheio de bondade, de uma doçura indizível, pessoa alguma tem um olhar assim, límpido, mais límpido que o olhar de uma criança. O rosto sem ruga alguma, e, no entanto as feições são marcadas. Parece ter uns trinta anos. Vendo- o temos a impressão que é no momento carne e espírito- e que espírito! Pureza, limpidez, santidade, transparecem através de todo o seu corpo. Quando Ele fala, nunca se engana, nunca hesita... puro e claro como a Cruz que tenho visto clareza sem sombra, vigor sem ruga, limpidez sem mancha. Impossível definir como também expressar a minha alegria interior durante a comunhão, em que experimentei pela primeira vez sua presença.”.

Jesus pede um novena
como preparo para a tarefa

     Na vigésima sétima aparição, no dia 21 de março as 15.3o h Jesus pede que Madalena faça uma novena para se preparar para a pesada tarefa que vai designar: e a novena consiste num mistério por dia, mais a oração que Ele ensinou, seguida de uma dezena de terço. E na sexta feira santa, 28 de março na igreja paroquial de Dozulé onde o Santíssimo estava exposto, Ele aparece às 20.30h sendo que estavam ali cerca de cinquenta pessoas reunidas para participar da celebração da Paixão. Madalena avista a luz não no tabernáculo, mas no fundo da igreja onde se encontra a Eucaristia, neste dia.Ela ajoelhou-se e Ele disse: “Dizei isto em voz alta: por que chorais sobre a morte de Jesus Crucificado, enquanto que hoje Ele está vivo no meio de vós? Chorai antes por aqueles que, hoje ainda mais do que ontem O perseguem.” Depois: “Recuai três passos, repetirei o que eu vos ditarei, com os braços em forma de cruz.” Madalena anota que aqui Jesus cruzou as mãos e levantou os olhos para o céu como para rezar, seus olhos estavam sérios e tristes - e ela sentiu sua tristeza.E ela repetiu em voz alta: “Piedade, meu Deus para os que te blasfemam. Perdoa-lhes, não sabem o que fazem. Piedade meu Deus, para o escândalo do mundo, Livra-os do espírito de Satanás. Piedade meu Deus, para o que hoje ainda mais do que ontem, te perseguem; derrama nos corações humanos tua misericórdia.” Jesus então abaixou as mãos e Madalena viu uma bola sobre a qual estavam postos seus pés. Ele estendeu suas mãos bem altas para a assistência, e da palma delas saíam raios brancos e vermelhos. (São os raios da divina misericórdia). E falou olhando para os presentes: “Dizei-lhes isto: Sabei que Jesus de Nazaré triunfou da morte, que seu Reino é eterno e que Ele vem para vencer o mundo e o tempo”.

Madalena conta que experimentou uma grande alegria neste momento, já que sentia que o Senhor dominava a terra. Parecia que vinha em poder e glória, pois a bola debaixo de seus pés era a terra. Depois disse, e ela repetiu em voz alta: “É pela Cruz Gloriosa que Madalena viu neste dia, há três anos, é pela Cruz Gloriosa, que é o sinal do filho do Homem, que o mundo será salvo.” (“Então aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem, então todas as tribos da terra baterão no peito”- Mt 21,30) .E Jesus pede que todos sigam em procissão ao lugar onde a Cruz Gloriosa apareceu e ali todos se arrependam, pois então encontrarão a paz e a alegria. Pede ainda que cada ano seja celebrado ali uma festa solene e diz: ”Notum fecit Dominus a Magdalena Salutare Suum”. (“O Senhor fez conhecer por Madalena sua salvação.”) E em seguida disse: “Escrevei o que vos direi quando voltardes para casa.”.

Madalena foi escolhida para
 ser reflexo do seu amor

       Em seguida a vidente conta que Jesus se dirigiu a ela somente, não pediu que repetisse o que dizia em voz alta. Sorriu, estendeu a mão direita em sua direção e a terra desapareceu assim como os raios que saíam de suas mãos. Disse: “Fostes escolhida Madalena, para ser o reflexo do meu amor. Foi para isso que fostes inteiramente abrasada. Depois deste dia glorioso , teríeis a bondade de cumprir uma grande tarefa.” Ela disse então:  Seja feita a vossa vontade.” E ele continuou:  “Fazei escrever trezentas e vinte vezes a oração que eu vos ensinei e sede meu apóstolo. Ide dizer em cada lar desta cidade até suas divisas, que Jesus de Nazaré triunfou da morte, que seu Reino é eterno e que Ele vem para vencer o mundo e o tempo.”
E em seguida acrescentou: “Dizei isto em voz alta: ‘ viveis o tempo, em que cada acontecimento é sinal da palavra escrita’. Desejo que digam cada  dia a oração , seguida de uma dezena do terço. Cada lar que a rezar com grande confiança será protegido de todo cataclisma, pois derramarei em seus corações a minha misericórdia. Se pedirem quem vos envia, direis que é Jesus de Nazaré, o Filho do Homem ressuscitado. Lembrai-vos, não temei as humilhações, as maledicências e as zombarias que se levantarão contra vós. Sereis odiada por causa do meu Nome, mas perseverai até o fim. Se o desejardes, fazei-vos acompanhar de uma pessoa. Tendes todo o vosso tempo para cumprir esta tarefa. Vosso lar não deve sofrer por causa disso, pois este último Ano Santo acabará somente com a elevação da Cruz Gloriosa.”
O autor anota que até aquela data, 28 de março de 1975, Jesus sabia que seria materialmente impossível terminar a Cruz Gloriosa antes do fim do ano. Ele no entanto vai usar a oração, para prolongar o Ano  Santo, e isso vai ser dito na 36a. aparição).  Aqueles, porém que tem o encargo de elevá-la que se apresentem, porque o tempo está próximo. No lar cuja porta vos for fechada não voltai mais. Dizei em alta voz: ‘O pecado entrou no mundo por causa do homem. ’ Eis porque peço ao homem que faça elevar a Cruz Gloriosa. Dizei-lhes que depois voltarei na Glória e me vereis como me vê esta serva. “E Jesus desapareceu”. Então Madalena levantou-se e se viu dentro da igreja e as pessoas olhando para ela, não teve coragem de voltar para o seu lugar. O padre fez sinal para ir sentar-se o seu lado. Quando voltou para casa escreveu o que Jesus lhe ditara e no dia seguinte entregou ao padre.Conforme anota o autor, a 28a. aparição foi nesses dez anos de comunicações, a única que ocorreu na igreja paroquial na presença de umas cinquenta pessoas e durante a celebração da Paixão. Cristo queria que sua mensagem fosse conhecida em todo o povoado, mas o padre exigiu absoluto silêncio até o fim da cerimônia, anulando assim a preparação de Madalena para seu pesado encargo. Isso desacreditou o acontecido aos olhos dos fiéis que não compreenderam a importância da situação.

Para saber mais sobre a Cruz Gloriosa

https://www.youtube.com/watch?v=ELO4A1AkUG0

http://je.geoview.info/dozule_piscina,8058818p

 

 

 


postado em Revelações

Veja outros textos do Autor

O Fim dos Tempos ou o Tempo do Fim Ou ainda o Tempo da Ira

As Últimas Revelações Jesus e Maria para a humanidade

Nos domínios da mística

Igreja não revela a tempo os segredos de Fátima

O Terceiro segredo de Fátima

La Salette anuncia Fátima

As aparições de Medjugorje confirmam Fátima

A Virgem aparece em Medjugorje

Os Segredos revelados em Medjugorje

Aparições revelam mundo invisível

Capitulo 10 - Revelações do século XX

As primeiras dez aparições de Jesus à Madalena Aumont em Dozulé, na França

Jesus revela o plano de Deus para o mundo

Ele anuncia nova evangelização e pede a construção da cruz

Jesus confia à Madalena a missão de evangelizar pela mensagem

Do coração de Jesus saem raios vermelhos e brancos

Quadragésima Primeira Aparição

Discernindo as aparições de Dozulé

Testemunhas da Cruz confirmam as aparições a Madalena Aumont

O Meu Coração vos fala em todo o mundo

Profetas são fachos no meio das trevas do mundo

ERRO