Ele anuncia nova evangelização e pede a construção da... | Sal da Terra Luz do Mundo

Facebook Twitter


2015-05-03


Ele anuncia nova evangelização e pede a construção da cruz


Ana Lúcia Vasconcelos


Ele anuncia nova evangelização e pede a construção da cruz

Capitulo 13

 


 


Estamos na sexta feira, 5 de abril de 1974 as 15.40 hs na capela São José. Madalena vê formar-se uma coroa de luz no lugar do Ostensório, depois vê Jesus com as mãos estendidas para ela como para acolhê-la. É a décima quinta aparição. Ela o admira longamente. Ele sorri. Ela diz a pedido do padre: “Se sois o Cristo, por que não vejo nunca as vossas chagas?” Ele continuava a sorrir. Depois levanta a mão direita e diz: “A Paz esteja convosco. Dizei isto em alta voz”. Depois retoma sua posição costumeira e não sorria mais quando diz: “Por que esta perturbação, por que estes pensamentos surgem em vós? Vós, os padres que sois encarregados de cumprir o que lhes peço, é mais fácil gritar milagre vendo a água jorrar da montanha ou escutar a serva do Senhor pronunciar palavras que não conhece. “

(Aqui Jesus profetiza a chegada da água que jorrou três meses mais tarde no dia 19 de julho de 1974 na piscina cavada no alto da colina). “Homens de pouca fé, lembrai-vos da minha Palavra (a voz de Jesus era severa):” Aqueles que virão em meu Nome falarão línguas desconhecidas deles. “Depois de um momento de silêncio continua: “Não tenhais dúvida, levantai-vos, tocai minhas mãos.” Madalena levantou-se apresentou sua mão esquerda depois a direita e ela tomou as mãos de Jesus. Ele disse: “ Não tenhais dúvida, um espírito não tem mão, não tem carne. “Ela voltou ao seu lugar, ajoelhou-se e ele continuou: “Dizei-lhes: Não tenhais mais dúvida, é o próprio Jesus ressuscitado que vejo hoje pela sétima vez”. Acabo de tocar-lhe as mãos”.

Então Madalena perguntou onde se precisaria cavar para encontrar água. Jesus respondeu: “A Cruz Gloriosa deve ser elevada sobre a alta Colina, o mais próximo da divisa de Dozulé, no lugar exato em que se encontra a árvore de frutas, a árvore do pecado, porque a Cruz Gloriosa resgatará de todo o pecado. Seus braços devem postar-se do oriente para o ocidente. Cada braço deve medir 123 metros e sua altura seis vezes mais”. (A altura da cruz segundo instruções de Jesus é de 123 m x 6m o que dá 738 metros-ou seja, a mesma altitude do Calvário de Jerusalém). E Ele prossegue: “É a partir destes 123 metros, lugar que ocupa a Cruz que deverão se medir os 100 metros. Depois fazei cavar uma piscina de 2 metros por 1.50 metros e 1 metro de profundidade. Fazei um reservatório. Daí brotará água”. E depois acrescentou: “Se vosso coração está seco, haverá pouca água e poucos serão salvos.” E ainda: ‘Vos amici mei estis sifeceritis quae ego praecipio vobis, dixit Dominus. ” (Vós sois meus amigos se fizerdes o que vos mando, diz o Senhor”. (Jo 15,14).

E ainda: “Ponde a mão esquerda sobre o vosso coração e a direita por cima”).E Jesus desapareceu. Madalena conta que estava radiante de alegria queria gritar a sua alegria a todos. Saindo da capela disse ao pároco e uma outra pessoa: “Jesus está vivo realmente, toquei-lhe as mãos, são de carne como as nossas, tépidas. Era maravilhoso!” Ela queria cantar e pediu para entoar o Magnificat. “Deve-se obedecer os padres, os bispos recebi ordem de não dizer nada, foi isso que me segurou, de outra forma teria querido gritar minha alegria ao mundo inteiro, a afim de comunicar a alegria de Jesus ressuscitado a todos os que duvidam.”

Missão da Igreja é anunciar
ao mundo suas mensagens

Na sexta feira subsequente, 12 de abril de 1974 a irmã Bruno acertou com um morador da Alta Colina e mais três homens a escavação da piscina pedida por Jesus, e na primeira sexta feira do mês de maio, dia 3, das 17 às 17.25. Jesus aparece novamente para a Madalena Aumont: é a décima sexta aparição. Depois de se apresentar como sempre o faz, sorrindo, Ele diz: “Dizei em voz alta: ‘O padre não está errado, esta árvore inclinada é o símbolo do pecado. Arrancai-a antes que apareçam os frutos, apressai-vos em erguer no seu lugar a Cruz Gloriosa, porque ela resgatará de todo o pecado”.

Depois, com as mãos sobre o peito e chorando disse: “Infeliz da humanidade inteira, se não tiver água (A seca é símbolo da infertilidade na Sagrada Escritura ver Dn 11,17. A água só apareceu três meses mais tarde a 19 de julho de 1974. Seria a duração da Grande Tribulação?) nessa piscina nos cinquenta dias que seguem a sua escavação, pois Satanás está impedindo a purificação do maior número. Lembrai-vos de minha Palavra, o deixarei agir por causa da falta de fé.” E depois: “Dizei à Igreja que envie mensagens ao mundo inteiro e que se apresse a em fazer elevar, no lugar indicado, a Cruz Gloriosa e junto à mesma um santuário. Todos virão ali arrepender-se e encontrar a paz e a alegria. A Cruz Gloriosa ou o sinal do filho do Homem é o anúncio da próxima volta na Glória de Jesus ressuscitado. Quando esta Cruz for erguida da terra atrairei tudo a mim”.
E completou: “Encontrai onze pessoas nesta cidade bendita e sagrada, elas serão meus discípulos. Elas pedirão de porta em porta em Meu Nome para a elevação da Cruz Gloriosa. Eis os mandamentos que deve respeitar cada discípulo: Trabalhai até a elevação da Cruz Gloriosa; Sede humildes, pacientes, caridosos, a fim de que vos reconheçam como meus discípulos; Não procurai nenhum interesse pessoal, vossa única preocupação seja a de fazer erguer a Cruz Gloriosa porque todo homem que ali for se arrepender será salvo.” E antes de ir embora: “Dizei ao padre que vos visito pela décima sétima vez ( sete aparições da Cruz Gloriosa -1 a 7 e mais 10 aparições de Cristo) pois a Cruz Gloriosa é também Cristo crucificado.”

Água jorra da piscina
depois de três meses

Na sequencia, Madalena sobe a colina com o padre L’Horset para localizar o lugar exato da aparição da Cruz Gloriosa: onde se encontrava uma macieira que estava no cume do monte, lugar confirmado por Cristo. Igualmente localizaram o lugar da piscina que foi cavada. Mas a água só apareceu no dia 19 de julho de 1974: a seca era consequência da desobediência da Igreja em divulgar as mensagens pedidas por Jesus, símbolo da falta de fé. No dia 31 de maio, Jesus aparece novamente à Madalena que não esperava sua visita por não ser uma primeira sexta feira do mês.
Mas Madalena adquirira o hábito de ir todas as manhãs ao Santíssimo. Depois da sua visita ao Santíssimo, o pároco lhe dava a comunhão. Mas nesta manhã o padre saíra para ir ver um doente e ela ficara sozinha na capela. De repente viu a coroa de luz apresentar-se como de costume no mesmo lugar do tabernáculo. Só que desta vez a coroa era mais larga e parecia menos alta. A luz parecia esperar alguém. Então Madalena correu, chamou a empregada para que ela fosse encontrar a irmã Bruno. Voltou para a capela, colocou-se de joelhos perante a luz, mas não foi Jesus que apareceu, mas São Miguel Arcanjo.

Era a décima sétima aparição. “Salve”, ele disse. “Sou Miguel o Arcanjo, é Deus que me envia. Vereis os mistérios do Redentor e repetireis cada frase uma após a outra à medida que as ditarei.” Madalena respondeu: “Se é Deus que vos envia, eu vos obedecerei.” O Arcanjo disse então: “Per Mysterium Sanctae Incarnationis Tuae.” ( São Miguel diz as ladainhas das Rogações que precedem a Ascensão : Pelo Mistério da tua Santa Encarnação) E desapareceu . Em seguida Madalena viu alguém todo vestido de branco, ajoelhado. Ela pensou tratar-se de um anjo, mas viu na verdade uma bela jovem com um lenço na cabeça. Ela saudou o anjo de cabeça inclinada, pousou a mão uma sobre a outra, sobre o peito. E depois tudo desapareceu. Em seguida o Arcanjo voltou e disse: “Per Nativitatem Tuam” (Pela tua Natividade).


O Arcanjo Miguel narra a Vida, Paixão,
Morte e Ressurreição de Cristo

E Madalena vê um nenê num berço de vime ou deitado em cima da palha em forma de berço, muita gente ao redor, pessoas vestidas com de túnicas longas olhando admirados. E depois tudo desaparece. O Arcanjo Miguel aparece novamente e diz: “Per Baptismum et Sanctum Jejunium Tuum”. (Por Teu Batismo e Teu Santo Jejum). O Arcanjo desaparece e Madalena vê Jesus acompanhado de um homem alto, que está vestido com uma capa que parece ser uma peliça. Ela vê correr água como um rio e esse homem derrama sobre a cabeça de Jesus. Segura uma escudela pelo cabo, pega água no rio e a derrama em cima da cabeça de Jesus. Alguns segundos mais tarde, Jesus percorre uma senda ascendente e quando chega cima senta-se, cruza as mãos, levanta os olhos para os céus como para rezar e depois tudo desaparece.

A vidente revê o Arcanjo que diz: “Per Crucem et Passionem Tuam”. (Por Tua Cruz e tua Paixão”. )O Arcanjo desaparece e Madalena vê Jesus carregando sobre o ombro direito uma cruz que parece muito pesada . Ele a carrega penosamente conforme relata a vidente. Pelo caminho a multidão ri, alguns levantam as mãos para jogar alguma coisa. A imagem desaparece e o Arcanjo se mostra novamente e diz: “Per Mortem et Sepulturam Tuam” (Por tua Morte e Tua Sepultura) .Madalena vê então Jesus na cruz parecendo morto, a cabeça inclinada para frente, o torso nu, uma larga ferida no lado direito, um filete de sangue coagulado. Três pessoas ao pé da Cruz - uma de cada lado olhando com tristeza o rosto de Jesus. E a pessoa do meio está meio ajoelhada aos seus pés e envolve com suas duas mãos o pé da Cruz parecendo querer beijar os pés de Jesus. Madalena chora.A imagem desaparece e ela vê novamente o Arcanjo que diz: “Per Sanctam Ressurrectionem Tuam” (Por tua Santa Ressurreição) e neste instante ela vê novamente Jesus vivo e uma maravilhosa alegria toma conta dela. Ele aparece como na primeira noite de 27 de dezembro de 1972, sorridente as mãos estendidas para ela. Ele diz: “Eu sou Jesus de Nazaré, o Filho do Homem ressuscitado dentre os mortos.”

Olhai as minhas feridas

“Olhai as minhas feridas.” E com sua mão direita desprendeu o lado direito da sua túnica que, no entanto, parecia não ter abertura e Madalena viu uma larga chaga que não sangrava. No outro lado da mão direita distinguiu um pequeno orifício, e ainda um orifício na palma da mão esquerda, que estava estendida para ela e orifícios em cada um de seus pés. A seguir Ele disse: “Aproximai-vos e tocai o meu lado.” Ela levantou-se e com seus dois dedos-indicador e o outro tocou a beirada da sua chaga que parecia profunda.
Estava emocionada e disse: “Senhor, sofrestes tanto por nós.” Colocou-se de joelhos, refletindo no sofrimento de Jesus pela humanidade e Jesus retomou sua posição normal disse: “ Dizei isto em voz alta” ( Jesus ditava uma frase após outra e ela repetia) : “Jesus pede que se anuncie ao mundo inteiro a oração que ele vos ensinou. Ele pede que a Cruz Gloriosa e o Santuário sejam erguidos para o fim do Ano Santo porque será o último Ano Santo! Que cada ano aí seja celebrada uma festa solene no dia em que Madalena viu a Cruz pela primeira vez. Todos os que, cheios de confiança , vierem aí arrepender-se serão salvos nesta vida e para a eternidade. Satanás não terá mais poder sobre eles.”
Depois de alguns instantes ele disse com voz muito grave: “Em verdade eu vos digo, meu Pai me enviou para vos salvar e vos dar a paz e a alegria. Sabei que eu sou amor e compaixão”. Depois acrescentou: “Este é o fim da minha mensagem.” Madalena continua contando que Jesus permanecia ali enquanto o Arcanjo Miguel, sem se mostrar disse as seguintes palavras: “Per Admirabilem Ascensionem Tuam” (Por Tua Admirável Ascensão). Neste momento Jesus levantou a mão sobre ela e disse: “Que a paz esteja convosco e com todos aqueles que se aproximam de vós.” Então baixou a mão e depois ela o viu subir suave e ligeiramente e por fim desapareceu. Novamente o Arcanjo diz: “Per Adventum Spiritus Sancti Paracliti”. (Pela Vinda do Espirito Santo, o Paráclito). E então o anjo não desapareceu, ficou e disse à Madalena: “Jesus acaba de vos deixar. Sua mensagem acabou, mas o vereis de novo.” E acrescentou: “Per cujus imperti Nomen est in aeternum ab omni malo libera nos Domine.” E ele mesmo traduziu: “ Isto quer dizer: Por Aquele cujo Nome tem um Reino Eterno, de todo mal livrai-nos Senhor.”

Falta de fé é causa
da falta de água

E ainda: “Dizei isto em alta voz: “Deus censura aos padres sua lentidão no cumprimento de sua tarefa, e sua incredulidade. Deus pediu-lhes para anunciar ao mundo as maravilhas daquele que chamou Madalena das trevas à sua admirável luz, porque sua Cruz Gloriosa embelezará a cidade de Dozulé. Não o fizeram. Isto é a causa da falta de água nessa piscina. Uma grande calamidade de seca (Ap 11,3: Concederei, porém às minhas duas testemunhas que profetizem vestidas de saco, durante mil duzentos e sessenta dias. Elas têm o poder de fechar o céu, e chuva alguma regará os dias de sua profecia.” (três anos e meio de seca) se abaterá sobre o mundo inteiro.

 Que os padres leiam atentamente a mensagem e respeitem escrupulosamente o que lhes tem sido pedido. Pedi à pessoa presente que vos dê uma vela.”
Madalena conta que se voltou e pediu à Irmã Bruno que lhe desse uma vela que segurou. Então o Arcanjo disse: “Depositai-a acesa no lugar onde Cristo acaba de deixá-los. Que todos que vierem nesta capela vos imitem.” E depois acrescentou: “Tendes o dia inteiro para dizê-lo ao padre as às pessoas que desejam escutar-vos: vos lembrareis disso e elas ficarão admiradas de vossa memória. Que o padre encontre uma pessoa que lhe releia três vezes a mensagem e que ele o repita: ele não será capaz disso. “E depois olhando para ela disse: “Escrevei o que vos disser quando voltardes em casa. Entregai este escrito ao padre no mesmo instante em que ele tiver dito: ‘Eu tenho um encontro marcado no bispado, na semana do Sagrado Coração. ’

 “Fazei uma novena que iniciareis no dia do Sagrado Coração. Esta novena se compõe de um mistério por dia - os mistérios que vos foram ensinados. Depois, ide ter com o bispo. Dir-lhe-eis que é Deus que vos envia. Dai-lhe a mensagem completa, que dela tome ciência. As portas se abrirão moverá o coração do bispo.” Madalena conta que fez tudo como o Arcanjo lhe instruíra e na quarta feira dia 12 de julho o pároco foi à sua casa e disse aquela frase já predita. Então ela disse: “É a Semana do Sagrado Coração”. O pároco respondeu: “Não sei”. Madalena retrucou: “ Sim estou certa”. E entregou o que o escrito que Arcanjo Miguel lhe tinha ditado . Em seguida eles fizeram uma novena e ela pediu para ir falar com o bispo, mas o padre a impediu, alegando ser necessário marcar data, etc. E afinal ela não cumpriu a ordem do Arcanjo.

 

 


postado em Revelações

Veja outros textos do Autor

O Fim dos Tempos ou o Tempo do Fim Ou ainda o Tempo da Ira

As Últimas Revelações Jesus e Maria para a humanidade

Nos domínios da mística

Igreja não revela a tempo os segredos de Fátima

O Terceiro segredo de Fátima

La Salette anuncia Fátima

As aparições de Medjugorje confirmam Fátima

A Virgem aparece em Medjugorje

Os Segredos revelados em Medjugorje

Aparições revelam mundo invisível

Capitulo 10 - Revelações do século XX

As primeiras dez aparições de Jesus à Madalena Aumont em Dozulé, na França

Jesus revela o plano de Deus para o mundo

Jesus fala da água da purificação

Jesus confia à Madalena a missão de evangelizar pela mensagem

Do coração de Jesus saem raios vermelhos e brancos

Quadragésima Primeira Aparição

Discernindo as aparições de Dozulé

Testemunhas da Cruz confirmam as aparições a Madalena Aumont

O Meu Coração vos fala em todo o mundo

Profetas são fachos no meio das trevas do mundo

ERRO