Jesus revela o plano de Deus para o... | Sal da Terra Luz do Mundo

Facebook Twitter


2015-09-05


Jesus revela o plano de Deus para o mundo


Ana Lúcia Vasconcelos


 Jesus revela o plano de Deus para o mundo

 

Capitulo 12

Estamos no dia 5 de outubro, de 1973, é a primeira sexta feira do mês e Jesus aparece pela décima primeira vez à Madalena Aumont no lugar do Santíssimo exposto, como da outra vez. E Madalena conta que não via o altar nem o Santíssimo, apenas a luz ocupava todo o ambiente. Jesus aparece bem perto dela, um pouco sobrelevado: seus pés estão apoiados sobre uma pedra chata e ao lado da pedra há cascalhos.
Usa uma túnica branca resplandecente, cingida por um cordão. Os cabelos compridos caem sobre os ombros e suas mãos e rosto são muito luminosos, aliás, o Senhor disse: “Suas mãos e seu rosto resplandecem como o sol”. Seu olhar é amor e bondade, e esta frase que Madalena sublinha foi dita por Ele mesmo. Neste dia, ela continua contando, Ele sorriu, as mãos estendidas como para acolhê-la.

Madalena faz a genuflexão, ajoelha e faz o sinal da cruz. Jesus fica em silêncio por um momento e ela ficou ali admirando aquela maravilha”.Depois de instantes diz: “Dizei as pessoas aqui presentes que rezem convosco a oração que lhes ensinei, seguida de uma dezena de terços”. Madalena transmite a mensagem aos presentes e Jesus começa a ditar a oração bem lentamente conforme a vidente conta: “Piedade, meu Deus para os que te blasfemam. Perdoa-lhes, não sabem o que fazem. Piedade meu Deus, para o escândalo do mundo. Livra-os do espírito de Satanás. Piedade meu Deus, para os que fogem de ti. Dá-lhes o gosto da Santa Eucaristia”.Jesus para um momento conforme conta Madalena e depois diz: “Aquele que faz a vontade e meu Pai e come deste pão (a Santa Eucaristia) viverá eternamente”. Retoma em seguida: “Piedade meu Deus, para os que vierem arrepender-se ao pé da Cruz Gloriosa. Que ali encontrem a paz e a alegria em Deus nosso Salvador. Piedade meu Deus, para que venha o teu Reino, mas salva-os que ainda é tempo - pois o tempo está próximo e eis que eu venho. Amém. Vem, senhor Jesus”.

Jesus reza uma dezena
do terço com a vidente

Depois Madalena conta que Jesus rezou com ela a dezena do terço, bem devagar e ela esperava que Ele iniciasse cada ave Maria. “Era tão comovente rezar o terço com Jesus! Nunca o tinha rezado tão devagar em toda a minha vida”. No fim da dezena Ele disse: ”Senhor, derrama sobre o mundo inteiro os tesouros da tua infinita misericórdia”. Ela acredita que não repetiu a frase tão absorvida estava com a sua presença maravilhosa. Aliás, diz que estava cravada no lugar e o que quer que acontecesse não a tiraria dali.
“Alem disso, quando Jesus está, não me sinto mais na terra. Não vejo e nem penso em nada que me cerca. É uma maravilha dos olhos e do espírito que não se pode explicar, é preciso estar ali. Por isso digo a todos que duvidam que exista na verdade um outro mundo além desse que se vê. E o mais maravilhoso é o que não se vê, que não se pode imaginar!”
Depois da prece, Jesus disse: “Dizei em alta voz: ‘ A Cruz Gloriosa (naquele momento ele percorreu com um olhar circular a assistência, segundo narra a vidente) elevada sobre a Alta-Colina deve ser comparável à cidade de Jerusalém por sua dimensão vertical. Seus braços devem posicionar-se do oriente ao ocidente. Ela deve ser de uma grande luminosidade”. E depois com ar grave: “Assim é o sinal do Filho do Homem”. E alguns segundos depois: “Fazei cavar a cem metros do lugar da Cruz Gloriosa, em direção de seu braço direito, que assim vai jorrar água. Vireis todos aí lavar-se em sinal de purificação.”Na sequencia, Jesus inclinou-se para Madalena e disse discretamente: “Estai sempre alegres, não vos lamenteis sobre o cataclismo geral desta geração, pois tudo isso deve acontecer. Mas eis que aparece no céu o sinal do Filho do Homem. E agora deve cumprir-se o tempo das nações.” (“Jerusalém será pisada pelos pagãos até se completarem os tempos dos pagãos “- Lc 21, 24) ou tempo das nações.) Todos baterão no peito. Depois da evangelização do mundo inteiro, então voltarei na Glória.”

Décima segunda aparição
Jesus fala da paixão do mundo

Na décima segunda aparição, do dia 2 de novembro de 1973, às 19hs, Dia de Finados, Madalena conta que a luz aparece primeiro, como de costume, e depois Jesus, como sempre de mãos abertas. Sorri para ela, em seguida levanta os dois braços em forma de cruz: sua cabeça estava ligeiramente inclinada para o lado direito como se fosse ser crucificado. Estava com o ar grave. Disse: “Dozulé é doravante uma cidade bendita e sagrada. Vós viveis o tempo do supremo esforço do Mal contra Cristo. Satanás está solto de sua prisão. Ele ocupa a face inteira da terra”.

.Jesus fala sempre muito lentamente, conforma anota a vidente e naquele dia, sua voz estava muito grave. Ela conta que ficou triste de vê-lo assim. Em seguida, Ele lhe diz: “Gog e Magog (Gog e Magog simbolizam os povos pagãos castigando a humanidade pela guerra (Ez 38 e Apoc 20, 8) seu número é incalculável! Aconteça o que acontecer não vos preocupeis. Todos serão jogados no fogo pelos séculos dos séculos. Bem aventurados aqueles que são seduzidos somente pelo Deus Supremo”).

Em seguida Jesus abaixou os braços e as mãos. Retomou sua posição normal, com as mãos estendidas para a vidente, sorriu e disse: “Esta mensagem é para vós: ‘Bem aventurado aquele que é seduzido somente pelo Deus Supremo, porque meu Pai é só bondade. Ele perdoa ao maior pecador no último instante de sua vida. Dizei aos agonizantes contritos que mesmo que grande seja o pecado, maior é a minha misericórdia. No mesmo instante que a alma deixa seu corpo, ela se encontra nesta esplendida luz. Dizei-lhes isto. Palavras de Jesus”.Depois disso Jesus deu uma mensagem muito séria para o senhor bispo e uma particular para ela, que deve guardar em segredo pelo resto de sua vida. Na primeira sexta feira do mês de dezembro, Madalena esperou como de costume a aparição de Jesus na capela do Santíssimo da igreja de Dozulé, mas Ele não veio. Ela diz que apesar de saber que Ele está sempre conosco, em nossa vida diária, vê-lo é tão maravilhoso, aquela luz, aquele esplendor, toda sua beleza incomparável, que ela queria vê-lo sempre.

Na décima terceira aparição
Jesus fala das trevas do mundo

Estamos no dia 4 de janeiro de 1974, as 16.15 h, é a primeira sexta feira do mês e Madalena conta que não pôde assistir a missa naquela manhã, mas às 9 h fez uma visita ao Santíssimo exposto. Saiu perto de 11 horas para preparar o almoço, etc. Na parte da tarde voltou ao pensionato das irmãs para passar roupa. As 14hs voltou a capela do Santíssimo da Escola São José e ali ficou até as 15 hs. Depois foi telefonar, mas não voltou a passar roupa, teve um impulso irresistível de voltar à capela.
Ficou lá como que presa ao lugar quando ouviu tocar as 16.15 h, e ficou preocupada, pois precisava voltar para a casa, os filhos iam voltar da escola. Eis que se vê numa escuridão completa, ficou apavorada e não podendo se conter recorreu ao padre dizendo que não estava enxergando, estava completamente envolvida pelas trevas. Sentia-se desamparada. O padre a acalmou e mandou chamar a irmã Bruno. A vidente conta que estava preocupada com que poderia acontecer pensou na sua família, nos seus filhos.
Lembra-se, no entanto, que o Senhor já avisara que ela sofreria pela conversão dos pecadores, mas não dissera que ela ficaria cega. Depois de algum tempo nessa escuridão horrível, Madalena voltou a enxergar e foi tomada de uma grande alegria, e uma paz indescritível.
“Imagino que isso acontece a quem sofre sua agonia de morte, quando a alma deixa o corpo, não sofre mais, depois de repente ela se encontra nessa doçura, nessa luz espiritual-ela é transfigurada por Jesus. Então aparece diante dela novamente aquela luz que precede a vinda de Jesus. Ela ajoelha-se no fundo da capela e Jesus surge e ela estava radiante novamente na sua presença”. Se enxergamos, se ouvimos, se andamos se gozamos de boa saúde, se estamos felizes é graças à Ele é somente à Ele. Ele pode nos tirar tudo isto num instante, mas se sofremos se temos misérias cotidianas é também Ele que o permite para ganharmos o céu.

Ela se viu nas trevas

Ela diz que é preciso oferecer tudo a Jesus, nossas alegrias, nossas fadigas e por Ele suportarmos tudo. Madalena conta que neste dia Jesus tinha a mão direita sobre o coração e o braço esquerdo pendente ao longo do corpo. Sorriu e depois disse: “Por que tendes medo? Por que duvidais? Eu estou aí”. Ela respondeu: “Senhor, tive medo, pensei que estivesse cega”. Jesus então falou: “Dizei a eles que todo homem nesta terra está assim nas trevas”. (Aqui o comentarista explica que são trevas espirituais que serão materializadas durante a Grande Tribulação, sobre o que falaremos adiante. Todos os místicos anunciam três dias de trevas depois de um cataclisma mundial.) Madalena repetiu a frase e em seguida Jesus disse: “Beijai a terra três vezes por penitência por causa da falta de fé”. Em seguida Jesus fez sinal à vidente para que se aproximasse e disse: “Aproximai-vos até aqui e saudai”. Ela foi então até o altar e ficou bem perto dele. Saudou-o como Ele havia ensinado, ajoelhada. Ele havia reposto sua mão sobre o seu coração e então disse: “Tende a bondade de repetir isto: Ecce Dominus Noster com virtute et illuminabit oculos servorum suorum. Laetamini, laetamini in Domino, laetamini cum Madgalena. Paratum cor ejus: Speravi in Domino, ut se simplicitas prodit amabilis”.(“Eis que Nosso Senhor virá com poder e iluminará os olhos de seus servos. Alegrai-vos no Senhor, alegrai-vos com Madalena. Seu coração está pronto; ‘Esperei no Senhor, para que a amável simplicidade o reflita. ‘ (Flp 4,4; 2,11). Em seguida disse:“ A cada vez que voltais ao vosso lugar depois de cada comunhão colocai a mão esquerda sobre o vosso coração e a direita cruzada por cima.” Jesus então fez o gesto, e a vidente imitou, e ele desapareceu, depois de sorrir por uns momentos.

 

Na décima quarta aparição Jesus fala
que a luz vai triunfar sobre o mundo

Em fevereiro Jesus não apareceu, sendo que a décima quarta aparição foi no dia primeiro de março de 1974 as 15. 40 h, estando presentes na capela o padre, três freiras e quatro senhoras da comunidade. Suas palavras para a vidente: “Tende a bondade de repetir isto: (Jesus eleva os braços em forma de cruz, mas bem alto, e diz bem suavemente cada frase:” Ecce cujus imperti Nomen est in aeternum... e continua em latim esta fala: “Eis aquele cujo Nome tem um Reino eterno”. (Flp 2,11) “Aquele que me vê, vê também meu Pai. Madalena! Anuncia as maravilhas daquele que vos chamou das trevas à sua admirável luz. Não temais, bendizei ao Senhor e cantai para ele.” Cristo aqui relembra a palavra usada no primeiro prefácio do Domingo do Tempo Comum (1 Pedr 2, 9) E continua: “ Eu sou a Luz do mundo e a Luz ilumina as trevas e as trevas não a compreenderam. Penitência, penitência, penitência. Beijai a terra três vezes em penitência pela falta de fé no mundo.” E retomando a posição normal pede que a vidente repita: “Hoje, Jesus de Nazaré, o Filho do Homem ressuscitado me visita pela oitava vez. Suas mãos, seu rosto resplandecem como o sol, suas vestes são de uma brancura brilhante, seu olhar é amor e bondade. Amai o vosso próximo como eu vos amo, que o vosso olhar seja amor e bondade para cada um dentre vós. Beijai uma pessoa presente por amor e por caridade.”

A vidente conta que beijou a irmã Maria da Assunção. E Jesus acrescentou: “Este gesto é sinal de amor e reconciliação para o mundo inteiro. ‘ Alegra-te Maria’, disse o arcanjo Gabriel na Conceição do Filho do Homem”. E num tom mais grave: “Em verdade eu vo-lo digo, é assim também hoje. Alegrai-vos, pois está próximo o tempo em que o Filho do Homem virá na Glória. Alegrai-vos, alegrai-vos sempre no Senhor, que vossa alegria seja conhecida de todos os homens por causa das palavras que acabais de ouvir, por causa do meu Nome.”E instantes depois: “Que cada um de vós, no silêncio do seu coração, peça a Deus a graça que deseja hoje mesmo ela ser-vos-á dada.” Madalena conta que ficou em silêncio e Jesus disse as seguintes palavras que ela só repetiu para os padres: “ Dizei à Igreja que renove sua mensagem de PAZ ao mundo inteiro porque a hora é grave. Satanás dirige o mundo, seduz os espíritos, torna-os capazes de destruir a humanidade em poucos minutos. ”(O autor, Jean Stiegler, lembra que Nossa Senhora usou as mesmas palavras quando revelou o segredo aos videntes de Fátima, e segundo está no extrato diplomático redigido pelo Papa Paulo VI para a ONU, anunciando um conflito nuclear.) “Se a humanidade não se lhe opuser o deixarei agir”. E isto será a catástrofe, tal como nunca houve ainda desde o dilúvio. Todos aqueles que vierem se arrepender ao pé da Cruz Gloriosa serão salvos.” (Atenção, diz Jean Stiegler, Jesus não disse que só os que vierem em Dozulé serão salvos.) Satanás será destruído e restará apenas paz e alegria.” E em seguida desapareceu.

 http://www.fimdostempos.net/dosule2.html

http://www.map-france.com/Dozule-14430/

 

 

 

 

 

 

 


postado em Revelações

Veja outros textos do Autor

O Fim dos Tempos ou o Tempo do Fim Ou ainda o Tempo da Ira

As Últimas Revelações Jesus e Maria para a humanidade

Nos domínios da mística

Igreja não revela a tempo os segredos de Fátima

O Terceiro segredo de Fátima

La Salette anuncia Fátima

As aparições de Medjugorje confirmam Fátima

A Virgem aparece em Medjugorje

Os Segredos revelados em Medjugorje

Aparições revelam mundo invisível

Capitulo 10 - Revelações do século XX

As primeiras dez aparições de Jesus à Madalena Aumont em Dozulé, na França

Ele anuncia nova evangelização e pede a construção da cruz

Jesus fala da água da purificação

Jesus confia à Madalena a missão de evangelizar pela mensagem

Do coração de Jesus saem raios vermelhos e brancos

Quadragésima Primeira Aparição

Discernindo as aparições de Dozulé

Testemunhas da Cruz confirmam as aparições a Madalena Aumont

O Meu Coração vos fala em todo o mundo

Profetas são fachos no meio das trevas do mundo

ERRO